Feriado com trânsito violento em Buritis

Um morto, três feridos e um preso por dirigir alcoolizado foi o resultado de um feriado violento nas vias de Buritis.

Na sexta-feira (07), por volta de 19h15, um acidente fatal próximo à ponte do Córrego Pernambuco vitimou o motorista Eder Aparecido de Rezende, de 34 anos. Eder dirigia uma VW Kombi placa JHP-4412/MG e  transitava sozinho de Buritis até o distrito de São Pedro, quando perdeu o controle do veículo vindo a capotar por várias vezes, parando na margem esquerda da MG-400. Um motorista avistou um para-brisa na estrada e acionou a Polícia Militar, que realizou o isolamento do local e solicitou uma ambulância. Com a chegada da equipe de socorro foi constatado o óbito do condutor. De acordo com a polícia, testemunhas informaram que ele fez uso de bebida alcoólica em uma festa de aniversário que participava em Buritis pouco antes do acidente.

No domingo (09), por volta de 15h20, o pescador Valdemar Araújo de Sales foi detido por dirigir embriagado. Valdemar guiava uma GM D20 placa BLG-3850/MG e estava próximo à ponte do Rio Urucuia quando foi abordado. Os policiais constataram que ele dirigia somente com uma das mãos e que o extintor estava descarregado. Segundo a polícia, ao ser informado das notificações Valdemar se exaltou e começou a proferir palavrões. “Devido o condutor estar muito nervoso, foi convidado a realizar o teste de alcoolemia através do aparelho etilometro, o qual detectou a quantia de 0,39 miligramas de álcool por litros de ar alveolar expelido”, informou um policial. Após o teste foi dada voz de prisão em flagrante delito ao motorista, que foi conduzido à presença da Polícia Civil para demais providências.

Ainda no domingo (09), o motorista Wenio Francisco da Silva, de 20 anos, relatou que chegava em Buritis dirigindo um GM Celta placa JGU-0794/DF quando na altura do Parque de Exposições reduziu a velocidade e foi atingido por um GM Chevette placa JET-6172/DF conduzido pelo vendedor Regiarles Alves Pereira, de 22 anos. O impacto foi tão grande que os dois carros vieram a capotar, parando às margens da pista de rolamento.

Dentro do Celta estavam o motorista Wenio, que não se feriu, e a operadora de caixa Jessica Santana de Araújo, que sofreu ferimentos leves. No Chevette, a jovem Franciele Pereira Ramos, de 19 anos, também sofreu ferimentos leves, enquanto o motorista Regiarles foi encaminhado com ferimentos graves para Brasília. Todas as vítimas foram socorridas por terceiros para o hospital local. A polícia constatou através de consulta ao sistema informatizado que Regiarles encontrava-se com a carteira de habilitação vencida desde 27/12/2011 e que seu carro possuía o último licenciamento expedido em 2008.