Casos suspeitos de dengue teve aumento de 125% em Buritis

Dados da Secretaria Municipal de Saúde apontam que nos quatro primeiros meses de 2021 os números de notificações de dengue em Buritis estão 125,86% maiores em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2020 foram 58 notificações, ante os 131 deste ano. Uma alta expressiva no número de casos suspeitos, pois só os dados de janeiro a abril deste ano já se aproximam do acumulado do ano passado, quando foram contabilizadas 151 notificações. Os casos confirmados de dengue comprovados por exame de sorologia chegaram a 16. No mesmo período no ano passado foram 7.

O calor seguido de chuvas no fim do dia é clima próprio do outono, o que gera um alerta para o risco de surgirem focos de criadouros do mosquito Aedes aegypti.

“Todos os dias os agentes de endemias estão combatendo a dengue. Mas o período chuvoso nos deixa apreensivos, pois a tendência é de aumento de casos”, ressaltou Andressa Andrade, Diretora da Vigilância e Saúde.

Vale lembrar que o mosquito também é vetor para transmissão de zika, chikungunya e febre amarela. Em casos mais graves, podem levar a óbito. Por isso, é importante reforçar as medidas de prevenção, eliminando qualquer local que possa acumular água parada como, por exemplo; entulhos, calhas, caixas d’água, palhas de coqueiro, pneus, tampinhas de garrafas, latas e outros.

Além desses cuidados, também é indicado o uso de repelentes. Aos primeiros sinais: febre alta, dores musculares, de cabeça e atrás dos olhos, diarreia e manchas vermelhas pelo corpo, o médico deve ser consultado.