Sem verba do Ministério do Turismo, Sindicato Rural cancela Expoagro 2013

No início da noite de terça-feira dia 17 de abril, foi realizada na sede da Associação Comercial uma reunião sobre a Expoagro 2013, com a participação de representantes da Prefeitura, Sindicato Rural, imprensa e comerciantes de Buritis. E os números apresentados indicam o cancelamento do evento em 2013.

O vice-prefeito João Flávio Braga explicou aos presentes que a administração apoia o evento com uma ajuda financeira nos mesmos parâmetros dos últimos anos, mas segundo o Sindicato Rural esse apoio não seria suficiente para a realização da Exposição Agropecuária de 2013. A verba federal do Ministério do Turismo que foi fundamental para realização das últimas exposições não estará disponível este ano.

convenio_prefeituraA principal dificuldade apontada foi a falta de prestações de contas junto ao Ministério desde 2010. A Prefeitura apresentou extratos do Siconv, o Sistema de Convênios do Governo Federal, com a situação dos convênios firmados com o Ministério do Turismo e a Prefeitura Municipal de Buritis.

O convênio número 736278/2010, referente ao valor de R$ 100 mil para a 24ª Exposição Agropecuária de Buritis se encontra “Aguardando Prestação de Contas”, sendo que a data limite para tal prestação era até o dia 04/09/2010.

Também está atrasada a prestação de contas da IV Festa do Carro de Boi, no valor de R$ 100 mil com data de vencimento em 29/08/2010. O vice lamentou a situação e também apresentou aos participantes da reunião os dados das últimas exposições, em que a Prefeitura apoiou o evento com os valores de R$ 26 mil (2009), R$ 60 mil (2010), R$ 95.300 (2011) e R$ 115 mil (2012).

De acordo com Ester Lopes Silva, secretária executiva do Sindicato Rural, o sindicato está em dia com suas prestações e não possui dívidas, mas não é capaz de arcar com custos para a realização do evento, que segundo ela ultrapassam os R$ 300 mil. Algumas alternativas foram levantadas, como a alteração da data e até mesmo a realização de uma exposição sem rodeio com custos reduzidos.

A decisão ainda não foi oficializada pelo presidente do Sindicato Rural, o ex-vereador Délio Prado Lopes – que não estava presente na reunião, mas os participantes entraram em consenso de que não haveria tempo hábil nem recursos suficientes para a realização da exposição este ano.