Violência contra mulher: Polícia prende suspeito de assassinar Cirlene

A Polícia Militar prendeu na noite de terça-feira (28) Gilberto Joaquim Borges (34), suspeito de estrangular Cirlene Alves Costa, conhecida em Buritis como Baianinha. No momento da prisão, Gilberto estava escondido em um matagal nas proximidades da casa de sua mãe na Vila Maravilha.

Cirlene foi assassinada na madrugada de segunda-feira (27) em Buritis. Segundo a perícia criminal, a mulher de 38 anos foi estrangulada com um fio elétrico e encontrada por vizinhos já sem vida na manhã do mesmo dia. De acordo com a polícia, Gilberto confessou ter assassinado Cirlene depois de um desentendimento do casal.

Entenda o caso: Mulher é morta estrangulada em casa

Na noite de terça os militares encontraram o suspeito no mato com uma coberta, uma lanterna e uma sacola com pão e mortadela, itens que seriam usados em uma possível fuga. Depois de preso, no trajeto até a delegacia, os policiais informaram que Gilberto teria confessado o crime, dizendo que depois da briga teria apertado a garganta da mulher com as mãos e usado o fio em seguida, até notar que ela estava morta.