Projeto de nova sede da Prefeitura é rejeitado na Câmara

Por 5 votos favoráveis e 3 contrários, o projeto de construção de um Centro Administrativo para o Executivo Municipal foi reprovado em reunião extraordinária realizada no início da tarde de segunda-feira (1). O projeto 021/13 proposto pelo Governo Municipal previa a construção de uma nova sede para a Prefeitura de Buritis, e precisava de pelo menos 6 votos para aprovação.

A obra seria custeada por um financiamento de R$ 2,7 milhões junto ao BDMG, banco do estado que financia obras de infraestrutura e edificações municipais. Os vereadores que votaram favoráveis ao projeto foram Émerson do Fórum, Luan Cordeiro, Gildete Macedo, Didé e Vovozinho. Para eles, essa seria uma oportunidade de livrar a Prefeitura do aluguel de pelo menos 30 imóveis, além de centralizar o atendimento ao público em um único local.

Os vereadores Wânia da Prefeitura, Jorivê Bonfim e Carlos Fernando não foram favoráveis ao projeto e justificaram que os valores parcelados seriam muito altos e que poderiam onerar o município. Além do custo, os vereadores de oposição argumentaram que o dinheiro deveria ser aplicado em outras áreas, como saúde e educação.

Durante a votação a Polícia Militar compareceu à entrada do plenário da Câmara para manter a ordem e prevenir possíveis conflitos, mas não precisou ser acionada. A sede da Prefeitura de Buritis tem 24 anos e foi inaugurada no ano de 1989 durante a administração do prefeito Adair Francisco de Oliveira.