Pai e filho são presos em Buritis com quase R$ 5 mil em notas falsas

Noel Silva Diniz de 43 anos e seu filho de 15 anos foram detidos na noite de domingo (14) suspeitos de repassar dinheiro falso em Buritis. Segundo a Polícia Militar os suspeitos são de Planaltina-GO e estavam com quase R$ 5 mil em notas falsas.

A polícia chegou aos dois após um policial que estava de folga desconfiar de Noel, que tentava repassar uma nota de R$ 100 em uma lanchonete no centro. Uma viatura foi acionada e durante a abordagem o suspeito tentou fugir, mas foi alcançado e preso. Na busca pessoal, policiais encontraram outras 11 notas falsas.

O proprietário do estabelecimento informou aos policiais que o homem estava na companhia de um menor de idade, que foi encontrado enquanto caminhava pela Avenida Bandeirantes.

No hotel em que estavam hospedados os policiais encontraram 19 notas de R$ 100 e oito notas de R$ 20, todas falsas. Com a dupla também foram encontrados alguns produtos comprados no comércio de Buritis, como bonés, cigarros e um fone de ouvido. Pai e filho foram detidos e encaminhados à delegacia.

Falsificar, fabricar ou alterar moeda metálica ou papel moeda é crime previsto no artigo 289 do Código Penal. A pena varia de três a 12 anos de prisão e multa. Está sujeito à mesma pena quem importa ou exporta, adquiri, vende, troca, cede, empresta, guarda ou introduz na circulação moeda falsa. Mesmo tendo recebido de boa fé, comete crime, com pena prevista de seis meses a dois anos e multa, quem a recebe e a mantém em circulação, repassando a outros.