Homicídio por estrangulamento no Veredas

Um homem de 36 anos foi morto estrangulado na madrugada de quinta-feira (19) no bairro Veredas em Buritis. De acordo com a Polícia Militar, Edimar Pereira Nunes teria sido morto por estrangulamento. O autor confesso do crime, Deoclécio Francisco de Souza, de 27 anos, foi preso minutos depois.

Os militares chegaram à residência de Edimar, que fica na Rua Paraná, por volta de 1h e encontraram o corpo caído no chão da cozinha já sem vida e com sinais de estrangulamento no pescoço. A esposa da vítima, Lucinéia Rodrigues dos Santos (36), informou aos policiais que acordou durante a madrugada com Deoclécio golpeando seu rosto e tentando enforcá-la. Após gritar e pedir por socorro o homem fugiu. Após a agressão ela teria constatado a morte do marido e ligou para polícia.

Os policiais iniciaram rastreamento pela cidade no intuito de localizar o acusado do crime, que foi encontrado e preso na casa de sua mãe. Deoclécio possui passagens pela polícia, inclusive por homicídio, confessou o crime e foi levado para delegacia de polícia onde foi autuado por homicídio e agressão. Segundo a Polícia Militar Deoclécio afirmou que mais cedo estava bebendo com a vítima e o motivo do crime seria uma vingança, já que anos atrás eles haviam brigado e Edimar havia batido no seu rosto.