Moradores da Vila Serrana estão sem água há 8 dias

A comunidade de Vila Serrana, distante 30 km do centro de Buritis, está sofrendo com a falta de água e pedindo providências imediatas aos responsáveis. Os moradores afirmam que o problema já dura 8 dias, desde que uma bomba de água queimou.

Na tarde de segunda-feira (19) os moradores se reuniram para discutir o problema. Pelo menos 165 residências estão sem água nas torneiras. “O povo já está revoltado com esse descaso, chegamos no limite, a comunidade pensa inclusive em tomar atitudes mais drásticas caso o problema não seja resolvido, como fechar a rodovia para chamar a atenção do governo”, afirma Alexandre Santos.

A rodovia em questão é a MG-400, que passa pela Vila Serrana e é a principal via de ligação de Buritis com Brasília-DF e Unaí-MG.

Segundo participantes da reunião, apenas 10 residências estão recebendo água, porque possuem um tipo diferente de abastecimento. Outras 165 casas estão sem água, pois a bomba que abastece a caixa d’água e faz a distribuição queimou há oito dias. Um novo equipamento teria sido colocado, mas apresentou problemas e desde então não se tem mais notícia.

“Um caminhão pipa veio até aqui, mas na minha casa não chegou, não deu pra todo mundo”, reclama Dona Marlene, que é dona de casa e cobra da Prefeitura uma solução.

Os problemas se estendem além das residências, afetando também os comerciantes, que se queixam de prejuízos provocados pela falta de água. Os pais de alunos falaram sobre a rotina escolar que tem sido prejudicada, já que os estudantes tiveram o horário reduzido em virtude do problema. “O que vai ser do meu futuro? Na minha casa não tem água pra eu tomar banho e ir para escola”, diz a pequena Marcela, de 9 anos, que chorou durante o relato.