Mulher é assassinada no São João, ex-marido é suspeito

Na madrugada de quinta-feira (28) Eva Barros de Oliveira, de 25 anos, foi assassinada dentro de sua residência em Buritis. De acordo com a Polícia, o ex-marido da vítima João Fonseca Barros Filho é o principal suspeito. A filha do casal de 3 anos estava em casa durante o crime.

A polícia foi acionada por volta de 9h a comparecer na casa 1092, rua São Domingos, bairro São João. No local os militares encontraram Eva já sem vida e com ferimentos pelo corpo. Segundo testemunhas, por volta de 4h da madrugada o som da residência estava em alto volume. Policiais acreditam que a música teria o objetivo de abafar gritos.

Segundo a polícia, João está desaparecido e a filha do casal está abrigada na Casa de Passagem de Buritis. Familiares temem que o pai tente levar a criança, pois ele teria ameaçado fugir com a menina.

A PM isolou o local do crime até a chegada da perícia de Unaí, por volta de 12h20. Os peritos fizeram a análise da cena e irão apontar em breve as causas da morte. Eva sofreu golpes na cabeça e no pescoço.

De acordo com parentes da vítima, o suspeito não morava mais na residência e o casal estava separado há seis meses. Segundo vizinhos, as brigas eram constantes. Eva teria pedido para João sair de casa, mas o ex-marido não aceitava o fim do relacionamento e a ameaçou de morte algumas vezes.

“Eu quero justiça, enquanto tiver vida vou em busca de justiça. Sofri muito para criar e educar meus filhos. É muito triste estar passando por isso” lamentou o pai da vítima, Pio Pereira de Oliveira, de 55 anos.