Agricultores de Buritis buscam melhorias em serviços do Estado

Na quarta-feira (17), representantes do Sindicato Rural, Associação de Produtores Rurais (AESB), Associação Comercial (ACIAB/CDL), Ordem dos Advogados (OAB), Câmara Municipal, Prefeitura, contadores e políticos de Buritis se reuniram na sede do Sindicato Rural para intervir nas atividades prestadas pelo Serviço Integrado de Assistência Tributária e Fiscal (SIAT) e solicitar o retorno de uma unidade da Administração Fazendária (AF) para o município.

No encontro foi discutido o direcionamento do atendimento da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) em Buritis para a AF de Unaí, considerado um retrocesso econômico. Com a falta de um funcionário público estadual desde 2013, atualmente serviços como a avaliação e cobrança do ITCD (imposto sobre transmissão de herança ou doação), solicitações e vistos em blocos de produtores rurais, entre outros, não são mais prestados pelo SIAT que é mantido pela Prefeitura.

Outro ponto ressaltado na reunião foi o VAF (Valor Adicionado Fiscal), um índice de movimentos econômicos, que impacta diretamente no retorno do ICMS e que possibilitaria a criação de uma AF em Buritis.

Segundo dados da SEF, em 2013 Buritis fechou o VAF com R$ 600 milhões, valor com expressão suficiente para pleitear junto ao governo do Estado a reimplantação da AF, como exemplificou a contadora Myrian Pimentel. “Buritis é o 81° município de Minas Gerais em valor de VAF 2013 e o município de Brasília de Minas, por exemplo, tem AF e teve um VAF de 60 milhões no mesmo ano – e está há 50 km de São Francisco, que também possui uma Administração Fazendária”.

O acerto de blocos dever ser realizado mensalmente por produtores rurais que terão que se descolar mais de 300 km em função da falta do serviço no SIAT de Buritis. “O produtor fica de mãos atadas, sem poder fazer o básico. É inadmissível que isso aconteça em um município que arrecada tanto para os cofres do estado”, afirmou o produtor rural Jober Vinhas, além de ressaltar que Buritis está entre os 4 maiores produtores de grãos do Estado de Minas Gerais.

A reunião contou com a participação de mais de sessenta pessoas, onde foi formada a Comissão S.O.S SIAT/AF Buritis, para buscar intervenções e soluções junto a frentes políticas do Estado de Minas Gerais.

Fotos: Rayssa Campos