Cemitérios abandonados para o Dia de Finados em Buritis

A poucas horas do Dia de Finados, os cemitérios de Buritis se encontram em uma realidade bem diferente do que se espera de um local que deveria ser limpo e acolhedor para quem se despede de entes queridos.

No Cemitério Municipal do Bairro Jardim, conhecido como Cemitério Novo, o cenário é decepcionante logo na entrada. Além do mato e da sujeira, o portal está com a pintura desgastada, as janelas com os vidros quebrados e com papelões improvisados.

Segundo vizinhos, é normal ver pessoas no cemitério usando drogas. No que era pra ser uma recepção, há sofás em péssimo estado de conservação, bitucas de cigarros, garrafas de bebidas, preservativos, entre outros materiais que indicam que tudo ali está a mercê do descaso.

“Eu fico muito triste em ver o cemitério abandonado assim, a gente cuida com tanto carinho do local onde nossos parentes foram sepultados e quando voltamos nos deparamos com tanta sujeira e destruição”, lamentou Marcos Antônio Costa Silva, que estava pessoalmente fazendo melhorias no túmulo da mãe.

Ao percorrer as passarelas que dão acesso aos túmulos, percebe-se que os jazigos estão sendo destruídos por vândalos e animais que invadem o local. Em um lado do cemitério existe uma cerca de arame, que tenta fazer as vezes de muro. Mas do outro lado, onde existe um lixão, não há nada que impeça o acesso, principalmente de cavalos, que danificam os monumentos construídos pelos familiares e comem as plantas que enfeitam os túmulos.

No Cemitério Velho, localizado no bairro São João, uma reforma recente foi feita no muro da frente. A obra mudou o visual antigo e precário do local. Mas os muros laterais estão em más condições e do lado de dentro também é possível observar que o ambiente não está em condições ideais para receber os visitantes confortavelmente. Além do vandalismo, a pavimentação em alguns locais desapareceu completamente.