Ministério Público apreende documentos na Câmara Municipal de Buritis

A Câmara Municipal de Buritis foi alvo de uma operação do Ministério Público de Minas Gerais na manhã de sexta-feira (29). Coordenada pelo Promotor de Justiça de Buritis, Júlio Cesar de Oliveira Miranda, a operação foi deflagrada para apurar a prática de possíveis crimes contra a administração pública onde envolve procedimentos licitatórios.

Segundo nota do MPMG divulgada à tarde, foram expedidos seis mandados de busca e apreensão. Dois agentes da Polícia Civil acompanharam o Promotor de Justiça na Câmara e saíram do local com caixas de documentos para serem periciados. A Polícia Militar também deu apoio.

Os documentos são relativos ao procedimento licitatório e à execução de contratos administrativos. Outros seis endereços também foram alvos da operação, porém, como tramita sob sigilo não foram divulgados.

Ainda segundo a nota, as investigações tiveram início nesta semana.

Procurada pela reportagem, a Presidente do Legislativo, Wania Araujo de Sousa “Waninha” contou que estava fora do município quando recebeu a informação da ação do MPMG. A vereadora informou que estará comentando sobre o assunto na próxima semana quando obter informações referentes a essa operação.