Gabinete de crise sai do Plano Minas Consciente e adere a deliberação 17

O Gabinete de Crise criado pela administração municipal para debater estratégias de enfrentamento à Covid-19 em Buritis divulgou no início da noite de quarta-feira (15) a nova deliberação, permitindo o funcionamento de alguns estabelecimentos comerciais que estavam fechados.

Pela manhã o Gabinete de Crise se reuniu com o Promotor de Justiça de Buritis, Júlio César de Oliveira Miranda. Salões, barbearias e clínicas de estética permanecerão fechados. Bares, lanchonetes, restaurantes e distribuidoras de bebidas podem funcionar até às dez da noite, e o serviço de delivery até a meia-noite. 

Na terça-feira (14), comerciantes realizaram uma videoconferência com o promotor Júlio Miranda, que contou com as participações de representante da OAB em Buritis, Alessandro Sarmento e do Tenente Adriel da Polícia Militar, onde foram discutidos pontos das deliberações 17 e 39.

O município havia aderido na quinta-feira (09) o Plano Minas Consciente, que permite a reabertura do comércio de forma gradual. O plano é dividido por quatro ondas, sendo que Buritis estava na onda verde, que permite o funcionamento somente dos serviços essenciais. As outras ondas são, branca – primeira fase; amarela – segunda fase e a onda vermelha – terceira fase. As mudanças de ondas são avaliadas semanalmente pelo Comitê Extraordinário Covid-19.

Relembre: Comércio não essencial está proibido de funcionar em Buritis

Todos os estabelecimentos deverão seguir rigorosamente o protocolo sanitário. A fiscalização continua sendo realizada pela equipe de Vigilância em Saúde.

Veja abaixo o documento divulgado pelo Gabinete de Crise.