Polícia Rodoviária prende quatro pessoas, apreende dois veículos e drogas em Buritis

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) apreendeu dois veículos, drogas e encaminhou quatro pessoas para Delegacia de Polícia Civil de Buritis, em uma operação realizada na manhã de quinta-feira (27) na rodovia MG-400.

A primeira ação policial aconteceu no KM 24 por volta das 08h50. Um homem de 52 anos foi preso por conduzir uma motocicleta adulterada. A moto CG 125 Titan de cor verde estava sem placa, com os números do chassi raspado e com uma etiqueta com suposto número de chassi. No Sistema de Informação de Segurança Pública os policiais constataram que a numeração pertencia à outra motocicleta que está em circulação no estado de São Paulo-SP.

O condutor contou que adquiriu o veículo em um leilão, mas ele não apresentou documento que comprovasse a origem. Ele foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil e a motocicleta apreendida e removida para o Pátio Credenciado do Detran-MG.

Poucas horas depois, por volta das 10h46 no KM 01, em conjunto com a Polícia Militar do Meio Ambiente (GEPAM), a PRE abordou um Renault Sandero de cor vermelha com placa de Brasília-DF, ocupado por três pessoas, sendo o condutor de 38 anos, um homem de 25 e uma mulher de 27.

Durante a abordagem, eles demonstraram nervosismo e ao serem entrevistados pelos policiais militares, o condutor relatou que estaria transportando o casal de Brasília para Itacarambí-MG. Ele contou ainda que cobrou R$ 2.000,00 pelo frete, o que veio a ser confirmado pelo casal.

Durante busca pessoal, os militares encontraram no bolso da calça do motorista um pequeno embrulho com maconha. Nos pertences da mulher que estavam no porta malas do veículo, foram encontrados um cigarro e uma pequena porção de maconha.

O rapaz de 25 anos usava uma tornozeleira eletrônica. Segundo a polícia, o homem está em liberdade provisória, utilizando o equipamento devido a medida protetiva que deveria cumprir, inclusive, manter distância mínima de 1.500 metros da mulher com quem estava viajando.

Os policiais constataram que o veículo abordado não é licenciado para esse tipo de frete, e o condutor não é habilitado para o transporte remunerado de passageiros interestadual.

Todos foram encaminhados para Delegacia de Polícia Civil e o veículo removido para o pátio credenciado do Detran-MG.