Colônia dos Pescadores é alvo de operação da Polícia Federal

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã de terça-feira (14), a operação “Retomada” que visa o combate a fraudes para obtenção do Seguro-Desemprego do Pescador Artesanal (SDPA), o chamado seguro-defeso.

A corporação cumpriu mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, Goiás e Minas Gerais. Em Buritis, pela manhã, agentes da PF realizaram buscas na sede da Colônia de Pescadores, localizada na Rua Cristóvão Colombo, no bairro Taboquinha. Os policiais ficaram por algumas horas no local analisando documentos.

A operação ocorreu também em Unaí-MG. Conforme a PF, foi identificada uma associação criminosa com a participação de representantes de Colônias de Pescadores que fraudavam requerimentos de seguro-defeso há mais de cinco anos.

Segundo as investigações, os suspeitos usavam documentos falsos para a concessão do benefício para falsos pescadores e também para pessoas que já recebem outros benefícios sociais do Governo Federal, como, por exemplo, o Bolsa Família ou aqueles que possuem outra fonte de renda.

Até o momento foi identificado o pagamento indevido de 35 benefícios para falsos pescadores, totalizando um prejuízo de cerca de R$ 850 mil nos dois Estados e no Distrito Federal. No entanto, a Polícia Federal estima que a fraude pode atingir o valor de R$ 34 milhões e envolver cerca de 1.500 pessoas.

Ainda segundo a PF, os envolvidos responderão pelos crimes de estelionato e associação criminosa, com penas que podem variar de três a oito anos de reclusão.

A casa do atual presidente da Colônia dos Pescadores de Buritis, José Edeniz Barros, também foi alvo da operação policial. Ele informou ao Mais Buritis que prestou todas as informações solicitadas.

“Eles fizeram várias perguntas sobre a nossa atividade e respondi todas. Não temos nada a esconder.  Tudo que eles pediram em documentos, mostramos. Eles tiraram fotos do que queriam e depois foram embora. Estou tranquilo e foi bom eles terem vindo aqui na colônia para mostrar que a gente está trabalhando certinho. A gente já tinha uma reunião hoje mesmo para prestar contas, pois no domingo vai ter votação para eleger a nova chapa para presidir por três anos”, disse José Edeniz.