Cheia do Urucuia atrai curiosos e preocupa agricultores

A cheia do rio Urucuia atraiu curiosos e trouxe preocupação nos últimos dias de 2021. No último dia do ano, sexta-feira (31), o volume de chuvas na região motivou centenas de pessoas a observarem a subida das águas na ponte do rio Urucuia em Buritis. O movimento chamou a atenção de quem passava pelo local e até preocupou, visto que o tráfego de veículos sobre a ponte foi significativo.

Segundo populares, a última vez que o rio saiu de suas margens naturais foi no início de 2004.

Laura Dutra, 81, há 18 anos mora em uma propriedade a poucos metros da barranca rio Urucuia. A agropecuarista passou por um momento de muita preocupação ao ver as águas do rio praticamente invadindo o quintal da sua casa. Ela chegou a enviar alguns de seus animais para outro local. Na segunda-feira (3)  as águas do rio já haviam baixado e Dona Laura já se preparava para retornar à normalidade.

Infelizmente as cheias dos rios causaram uma morte em Buritis. Na segunda-feira (3) um homem morreu afogado no rio Pernambuco na zona rural. Edilon Barbosa, de 27 anos, era usuário da Apae e morava com os pais em uma propriedade que foi atingida pela cheia do rio. O corpo de Edilon foi encontrado poucas horas depois de desaparecer.