Maionese caseira é proibida no comércio

A Secretaria Municipal de Saúde e a Diretoria de Vigilância em Saúde determinaram no dia 29 de agosto a proibição da fabricação e comercialização da maionese caseira em todos os estabelecimentos comerciais de Buritis.

Foi estabelecido um prazo de 30 dias para todos os comerciantes se adequarem a nova determinação. Vinte e sete estabelecimentos compõem a lista dos comércios que foram notificados. Essa determinação é fundamentada na resolução nº 0124 de 2003, lei estadual que proíbe o comércio de maionese caseira em bares, lanchonetes, restaurantes, pizzarias e demais estabelecimentos similares.

Um comentário

  1. O que aconteceu que eu não sei. O melhor do sanduiche é a maionese.não digo o mais importante, mais é o que induzia a venda. Fazer o quê, se é pra melhorar, manda ver. Mas eu preferia a caseira rsrsrs a que vem pronta não é boa.