Polícia prende suspeitos de atirar e roubar jovens durante luau

Na noite de sábado (13) a Polícia Militar prendeu 5 suspeitos por roubar, ameaçar e efetuar disparos de arma de fogo contra frequentadores de um luau – como são conhecidas as reuniões de jovens em locais isolados com sonorização automotiva durante a madrugada. Vários objetos foram roubados e um rapaz de 21 anos foi atingido no braço.

Os luais em Buritis são festas ao ar livre realizadas sem cobrança de entrada e sem segurança. A divulgação é feita boca a boca minutos antes do início e é comum a presença de menores, muitas vezes consumindo bebidas alcoólicas. Motoristas ligam o som de seus carros e a festa entra noite adentro. O local mais comum desse tipo de encontro é na pista de pouso e decolagem de aviões de pequeno porte ao lado do Parque de Exposições, o mesmo local onde ocorreram os crimes de sábado.

As vítimas relataram para a polícia que foram ameaçadas e impedidas de deixar a pista de aviação, tendo vários objetos roubados, entre eles carteiras e celulares. Após disparos de arma de fogo, muitos jovens em pânico correram para o mato e se esconderam até a chegada da polícia. O funcionário de uma loja de auto peças, Raul Botelho, de 21 anos, foi atingido no braço por um dos disparos. A bala foi retirada e o jovem passa bem.

Após apedrejar alguns carros, os criminosos fugiram. A Polícia Militar realizou buscas e encontrou os suspeitos no Bairro Taboquinha, sendo quatro homens presos, um menor e uma arma de fogo apreendida. Todos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Buritis.