Final de semana marcado pela violência em Buritis

A Polícia Militar de Buritis registrou pelo menos três tentativas de homicídio na cidade e na zona rural no final de semana. Dois casos tiveram motivação passional e o terceiro a polícia acredita estar relacionado ao tráfico de drogas.

Na manhã de sábado (21) por volta 11h45 no P.A. Mãe das Conquistas um homem tentou matar sua esposa. De acordo com a Polícia Militar, Jair Pimentel do Nascimento, de 59 anos, atirou no rosto da mulher, Rosineide Procópio dos Santos, de 37 anos, e a manteve em cárcere privado após a tentativa de homicídio.

Quando os militares chegaram no local encontraram Rosineide com um grave ferimento no rosto. Segundo a polícia, Jair confessou ter usado uma espingarda calibre .32 de propriedade de seu patrão Manoelino Macedo Nery para efetuar o disparo contra sua esposa após um desentendimento.

Rosineide foi socorrida até a Unidade Mista de Saúde (Postão), atendida e encaminhada para Brasília, onde passou por cirurgia. Jair foi preso pela tentativa de homicídio e cárcere privado e Manoelino por posse ilegal de arma de fogo.

Domingo (22) por volta de 11h35 a Polícia Militar foi solicitada a comparecer em uma fazenda no Distrito de Serra Bonita. Uma denuncia anônima informava que um homem havia sido atingido por vários disparos de arma de fogo. Ao chegar no local os policiais encontraram Noel Mendes da Silva, de 46 anos, gravemente ferido e ainda com vida.

Para a polícia o principal suspeito do crime é Francisco Antônio Ferreira de Alencar, de 45 anos, que teria surpreendido a vítima enquanto descarregava uma colheitadeira. De acordo com testemunhas o motivo do crime é passional, já que Francisco havia jurado Noel de morte pois ele teria tido um caso amoroso com sua ex-mullher.

No local os militares apreenderam quatro capsulas e um projétil, todos calibre 380. A vítima foi socorrida por uma unidade do Samu até a cidade de Formosa-GO.

A terceira tentativa de homicídio aconteceu na madrugada de segunda-feira (23) por volta de 00h10 no Bairro Israel Pinheiro. A Polícia Militar foi solicitada a comparecer na Avenida Bias Fortes n° 590, onde encontraram Mateus Pereira de Jesus, de 18 anos, ferido gravemente por quatro disparos de arma de fogo.

Os militares apuraram que Mateus estava em frente ao endereço quando Clayton Júnior Gomes da Silva, vulgo “Juninho Capeta”, se aproximou e de porte de um revolver calibre .22 efetuou vários disparos contra a vítima. De acordo com a PM o suspeito fugiu em um veículo Ford Fiesta de cor prata. Mateus foi socorrido até a Unidade Mista de Saúde (Postão) e em seguida encaminhado para Brasília. O suspeito não foi localizado e a polícia acredita que o crime tem relação com o tráfico de drogas.