Definida Mesa Diretora da Câmara de Vereadores para o ano de 2016

Na sessão ordinária de terça-feira (1º) foi votada a composição da Mesa Diretora que coordenará os trabalhos da Câmara Municipal de Buritis em 2016. Concorriam pelo cargo de presidente os vereadores da situação Luan Cordeiro e Didé, que ocupou o cargo em 2014.

Antes do início da votação secreta que definiria o destino da casa, os vereadores Dr. Carlos Fernando, Waninha e Professor Branquinho fizeram uso da palavra e declararam seu apoio ao vereador Luan Cordeiro, que concorria de maneira independente contra a chapa encabeçada pelo vereador Didé. Com o voto declarado dos três legisladores, o voto decisivo caiu sobre os ombros do presidente Emerson.

O clima ameno no plenário ficou tenso após Emerson do Fórum declarar seu voto. “Vou declarar meu voto para o vereador Didé, porque é um cara sério, honra o compromisso com as pessoas e não faz molecagem dentro dessa casa de leis”, disse. Emerson alegou que seu voto seria para o vereador Luan, mas havia mudado de ideia na última hora porque segundo ele, a informação do seu apoio teria sido vazada.

O vereador Luan Cordeiro, acusado por Emerson de enviar uma mensagem dizendo que “iria comemorar a vitória comendo uma pizza” ouviu com surpresa a informação de que não receberia mais o voto do presidente por esse motivo. Usando a palavra em seguida, Luan disse que seu celular estava a disposição de quem quisesse olhar e que não aceitava ser essa a razão da mudança do voto.”Isso é uma desculpa, e muito ruim”, lamentou Luan.

Na opinião do vereador Dr. Carlos Fernando, “na pior das hipóteses, de vossa excelência dizer – eu vou ganhar e depois vou comer pizza, isso jamais influiria na decisão de ninguém, não demonstra que a pessoa mandar uma mensagem assim está com molecagem, isso não muda o caráter da pessoa. Isso mexeu não só comigo, mas com essa platéia inteira que está aqui e quem está do outro lado da reunião”, não concordando com a justificativa de Emerson para a mudança repentina do voto.

Alheio ao debate, Didé acabou confirmado para a presidência da Câmara em 2016, com a Mesa Diretora também formada pelo vice-presidente Vovôzinho, primeiro secretário Jorivê e segunda secretária Gildete.

A Câmara de Buritis conta hoje com 28 funcionários, 9 vereadores e um orçamento previsto para o ano de 2016 no valor de R$ 2.350.000,00.

Fotos: Rosivan Morais