Justiça Eleitoral planeja segurança das eleições em Buritis e Formoso

Na sexta-feira (19), aconteceu a Reunião de Planejamento de Segurança das Eleições de Buritis e Formoso, com a presença da Juíza Eleitoral, Monika Alessandra Machado Gomes Alves, o representante do Ministério Público Eleitoral, Diego Espindola Sanches, o chefe do Cartório Eleitoral, Patreze Andrade Armond, a delegada de Polícia Civil, Vanessa Araújo Santos e o Capitão Vargas da Polícia Militar.

A reunião tratou da união das forças de segurança no município, visando garantir a regularidade das atividades e o combate efetivo dos ilícitos eleitorais no pleito municipal de Buritis e Formoso.

Um dos principais assuntos do encontro foi a fiscalização que será realizada nas propagandas eleitorais irregulares, com responsabilização dos autores por crime eleitoral. A meta da operação da segurança nas eleições é buscar e apreender materiais de propaganda irregulares e realizar a prisão e encaminhamento dos responsáveis.

Durante a reunião foram comunicadas as normas para realização de carreatas, passeatas, comícios e outros eventos de cunho político. Todos deverão ser previamente notificados à Polícia Militar com 24h de antecedência da realização, informando o local ou trajeto e horário.

Boca de urna e crimes eleitorais no dia das eleições também foram discutidos pela comissão de planejamento. A prisão por crime eleitoral pode ser realizada a qualquer momento durante o período de campanha política, e no dia das eleições o salão do Júri do Forúm foi reservado para receber presos por crimes eleitorais.

O período de campanha política teve início no dia 16 de agosto e dura 45 dias. A votação que irá eleger os próximos prefeito e vereadores de Buritis acontecerá no dia 2 de outubro.