Moradores do final da Avenida Urucuia enfrentam dificuldades

Moradores do final da Avenida Urucuia em Buritis estão sem coleta de lixo, energia nos postes e com o asfalto completamente deteriorado. A rua está praticamente inacessível e os moradores reclamam de uma situação de calamidade.

“Há mais de vinte dias não há coleta de lixo em nossa rua”, protestou a moradora Luciana Maciel. Quem passa pelo local logo nota o acumulo de sacos de lixos na porta das casas. O problema gera mau cheiro e aparição de animais peçonhentos. A situação se agravou após as chuvas, quando os sacos de lixo foram carregados pela enxurrada até o rio Urucuia, onde a avenida dá acesso.

Pelo menos vinte casas são afetadas e muitas crianças moram na região. Para evitar o acumulo de sacos em suas portas e o chorume que o lixo provoca, os moradores estão levando seus resíduos domésticos para as proximidades do cemitério velho, onde o caminhão da coleta tem acesso para recolher o material.

Para a secretária doméstica Francisca Maria a situação está ainda pior. Na porta da sua casa tem um bueiro a céu aberto, que seu marido cobriu com troncos de árvores. “Toda sujeira da avenida que corta a cidade de fora a fora é trazida pela água da chuva e acaba parando em frente a minha casa. Quando o tempo esquenta o mau cheiro é mais forte. Nós ficamos aqui à mercê de escorpiões, cobras e ratos”, diz.

Na rua há crateras que são percebidas de longe. Os buracos, a lama e o asfalto arruinado geram transtornos. Segundo a moradora Vanessa Bruna, nem mesmo o caminhão da COPASA tem usado o local para ter acesso à captação de água que a empresa realiza às margens do rio. “Os taxistas também não arriscam colocar os carros no asfalto que restou. Nós precisamos acordar mais cedo e aguardá-los em frente ao cemitério. Na verdade ninguém tem coragem de passar seu veículo em uma rua nessas condições” lamenta.

Os moradores também sofrem com a falta de iluminação pública e o perigo da criminalidade. Dos cinco postes que existem apenas um está funcionando e segundo o mestre de obras Josedequias da Cruz “funciona um dia sim e outro não”.

A Secretaria de Obras informou que o serviço de coleta de lixo está funcionando normalmente e a situação da rua será verificada. Sobre os outros problemas apontados pelos moradores, funcionários da Prefeitura estiveram no local e informaram que serão analisadas possíveis soluções.

Fotos: Rayssa Campos