Carnaval 2018 sente os efeitos da crise em Buritis

Pelo segundo ano consecutivo, Buritis pode não contar com uma programação oficial de Carnaval. A crise financeira é o motivo alegado pela administração municipal.

Segundo nota da Prefeitura, “a situação financeira está muito apertada. Para piorar, o Governo de Minas está retendo verbas aos municípios, o que no momento impede que a Prefeitura invista recursos próprios em eventos.”

A possibilidade de que o Carnaval fosse realizado com o apoio de empresas também é incerta. De acordo com a presidente da Associação Comercial, Nayana Machado, foram realizadas reuniões com comerciantes, vereadores e representantes da Prefeitura, mas o projeto até o momento não prosperou.

O cenário não é diferente em outros municípios do Noroeste de Minas. Unaí, Arinos e Formoso também não realizarão eventos de Carnaval.

No Distrito Federal, o governo irá investir R$ 5 milhões em 19 regiões administrativas para custear a logística dos blocos de rua, escolas de samba e demais eventos da folia.

O tradicional Carnaval de Buritis teve seu auge de público há alguns anos, quando recebeu milhares de visitantes em shows como o da dupla Henrique & Juliano (2014). Em 2015 foram investidos R$ 150 mil, e em 2016, o último ano de Carnaval realizado em Buritis, R$ 45 mil.