Alimentos podem ajudar a detoxificar o organismo

Detoxificação é qualquer processo para a eliminação de substâncias consideradas tóxicas ao organismo, que ocorre em todas as células do corpo, mas principalmente nas do fígado e do intestino. Essas substâncias podem ser geradas pelo próprio corpo, como resultado das reações de metabolismo, ou ainda provenientes de agentes externos, como agrotóxicos e aditivos químicos.

As principais fontes de intoxicação são os metais tóxicos, como o chumbo das soldas das latas, canos de cobre, alumínio e plásticos de utensílios de cozinha, mercúrio das amálgamas, peixes contaminados com mercúrio, tintas a óleo e cosméticos, materiais de limpeza, medicamentos, álcool, pesticidas, herbicidas, aditivos alimentares, entre outros.
Atualmente, alguns sintomas de saúde vem sendo associados com intoxicação, ainda que sejam moderados, tais como: dores de cabeça, fadiga, dores musculares, indigestão, tremores, constipação, anemia, tonturas e até mesmo depressão. O processo de detoxificação baseia na remoção de alimentos e bebidas que contém toxinas como álcool, leite de vaca, carne vermelha e glúten.

A implementação da dieta detoxificante deve ser feita de maneira progressiva, e tem duração média de 3 a 4 semanas, com acompanhamento nutricional.

As orientações são: Consumir alimentos orgânicos, cuidar da higiene dos alimentos, preferir produtos de época que requerem menores quantidades de agrotóxico, evitar produtos industrializados, enlatados e comidas congeladas e evitar temperos prontos que contêm glutamato monossódico. Em alguns casos, para que a dieta de detoxificação obtenha os efeitos desejados, podem ser necessários suplementos de vitaminas e minerais, ou o uso de produtos como algas e extratos de plantas naturais, como o aloe vera.

Um comentário

  1. Gostei de sua matéria, pois informa e orienta muito bem os bons hábitos de alimentação saudável. Parabéns!