Eleições 2020: Veja como foi o dia de votação em Buritis

Mais de 40 dias após a data prevista inicialmente para acontecer, 4 de outubro, as eleições municipais em todo país foram transferidas para o dia 15 de novembro em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Aqui em Buritis a votação ocorreu de forma tranquila. 

Segundo a Polícia Militar, não houve registro de grave ocorrência, apenas situações corriqueiras. 

“O que a gente recebeu foram muitas denúncias infundadas, corriqueiras e sem provas. Mas no final deu tudo certo” informou o Capitão Renato. 

Os pontos de votação foram abertos uma hora mais cedo, uma medida criada pelo Tribunal Superior Eleitoral com a intenção de conter aglomerações. Das 07h às 10h da manhã a prioridade foi para pessoas a partir dos 60 anos de idade.

Em alguns locais de votação apoiadores dos candidatos chegaram a aglomerar, tendo a polícia que intervir, mas tudo de forma tranquila.

Os Eleitores, como estabeleceu a Justiça Eleitoral, compareceram às urnas usando máscara de higiene e caneta. O documento de identificação era apresentado à distância, para evitar o contato com os mesários. 

Entre os candidatos ao cargo do executivo municipal, Camila Almeida foi a primeira a votar. Por volta das 10h da manhã ela compareceu no seu local de votação, a Escola Estadual José Gomes Pimentel.

Também pela manhã, o candidato João Flávio foi à urna registrar o seu voto. Por volta de 11h30 da manhã ele entrou na cabine de votação, localizada na Escola Municipal Cândido José Lopes. Ele estava acompanhado da esposa Rhayssa Fernandes.

Dr. Keny Soares compareceu à sua sessão para votar, na Escola Estadual José Gomes Pimentel, por volta das 15h.

O Juiz eleitoral, Dr. Hugo Silva Oliveira, e o Promotor de Justiça Dr. Júlio César de Oliveira Miranda estiveram nos pontos de votação verificando se as normas estavam sendo obedecidas. 

No Cartório Eleitoral as urnas eletrônicas começaram a chegar poucos minutos após o encerramento da votação. Porém, houve atraso na divulgação dos resultados, o que não foi exclusivamente em Buritis. A forma de totalização dos votos mudou neste ano e foi centralizada no TSE, cujo sistema de divulgação apresentou lentidão e os resultados oficiais só foram divulgados a partir das 23h.

O número de pessoas que deixaram de comparecer às urnas nas últimas eleições em Buritis aumentou em relação à eleição de 2016. Este ano 4,137 eleitores deixaram de votar, número consideravelmente superior a 2016, quando 3,427 deixaram de ir às urnas. 

Confira como foi a votação dos candidatos